Decidi começar este artigo com uma célebre frase de parábolas bíblicas para lhe chamar a atenção à necessidade de estarmos rodeados de pessoas que nos elevam. Pessoas que melhoram a nossa vida mas, sobretudo, servem como trampolim para voos ainda maiores, justamente em tempos de dificuldades.

Você já vai entender… Geralmente, conhecemos as pessoas nos momentos de dificuldades, na hora do aperto, da dúvida e do medo é que o ser humano mostra a sua personalidade.

Eu costumo dizer que é na delegacia de polícia que a gente conhece o ser humano, descobre a vida como ela é – que me perdoe aqui Nelson Rodrigues, por parafrasear sua obra. É que cabe no tom desta discussão.

Estar perto de pessoas capazes de nos elevar como ser humano é fundamental, em todas as fases de nossa vida. Não atoa que no ritual dos casamentos, o padre, pastor ou juiz de paz diz que o relacionamento é na saúde e doença, na alegria e na tristeza, na riqueza e na pobreza. Esta pobreza pode ser interpretada como de espírito, muito mais do que financeira. Tem gente pobre de alma e isso faz um mal danado para a gente.

Estar rodeado de pessoas ricas de espírito é compartilhar de uma fortuna sem fim. É estar seguro mesmo no meio da tempestade. É estar garantido quando nenhuma oferta se confirma. É ter a certeza de que se existirem tombos e pedras a transpor na vida, você irá conseguir.

Por isso começamos com esta provocação. Diga-me com quem andas, e eu te direi quem és. Em nossa essência, somos aquilo que os outros deixam em nós. Todos recebemos algo de quem se aproxima da gente, dividimos parte do que somos, mas sempre somamos com aquilo que experenciamos de nossos pares.

Por isso, não escolha amigos, parceiros e amores pela conta bancária, pela aparência, ou muito menos pela cor. Cerque-se de gente do bem, de pessoas de alma leve, capazes de elevar a sua vida, mesmo quando ela estiver por baixo. Lembre-se disso!

Por Marcos Aurélio Delavald
Especialista na comunicação mediada pela plataforma digital.
Imagem: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.