Durante muito tempo, a máxima do copiar, repetida a exaustão peço “velho-guerreiro” Chacrinha, ícone da televisão brasileira pareceu ser a tônica do mercado. “No mundo nada se cria, tudo se copia”, eternizou
Abelardo Barbosa.

No mundo dos negócios é um pouco disso, mas seu Chacrinha, não estava de todo certo. Creio que você não precisa copiar o que seus concorrentes fazem para que você obtenha sucesso. Seu negócio depende sim, do seu esforço, da sua determinação, e sobretudo, do seu toque pessoal.

E o “toque” é pessoal mesmo. Ninguém precisa copiar para existir, você existe e é único, desta forma. Você já percebeu que no marketing cada vez mais as marcas investem em propósitos, causas para as quais se identificam e a partir daí, criam sua referência e identidade com o público. Estamos na era das causas, dos propósitos. Nem todo mundo sonha mais em ter a casa própria antes dos 30… A proposta: “eu, você, dois filhos e um cachorro, um edredom e um filme bom no mês de agosto”, também não seduz mais tanto assim.

A individualidade dos seres está em alta. E, pensando nisso, quero lhe perguntar: O que torna seu trabalho, sua marca e a sua atuação no mercado diferente? Como o seu consumidor pode identificar valores e atribuir ao sua empresa a afinidade tão almejada? Copiando o que seu concorrente faz? Nunca!

Agora, mais do que nunca, vivemos no tempo da diferença, dos valores e dos ideias. Foque na qualidade, coloque amor no seu trabalho. Dedique horas, dias, fins de semana e feriados. Imprima seus valores e causas, o consumidor irá perceber. Seja diferente do seu concorrente, não perca tempo e energia tentando copiá-lo.

Até a próxima semana 

Imagem: Divulgação

Por Marcos Aurélio Delavald,
Especialista na comunicação mediada pela plataforma digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.