Na semana passada a coluna tratou sobre gestão do tempo. Você começou a colocar em prática o gerenciamento das 24 horas do seu dia? Antigamente existia uma propaganda do Itaú, que sugeria que o banco atendia 30 horas. Isso foi na época que começaram a ser instalados os caixa eletrônicos, que ficavam ligados por 24 horas.

A tecnologia da automação permitiu que o banco – não só o dono da ideia -, pudesse receber clientes, nas seis horas do expediente, mais 24 horas, nos terminais. Saiu daí as 30 horas do Itaú.

O conceito é legal, na época foi uma grande sacada do marketing, mas… Ninguém trabalha 30 horas. Nem mesmo as 24, nem 10, ininterruptas. É preciso planejar e organizar as vidas profissional e pessoal, para que uma não interfira na outra e vice-versa. Quem se organiza trabalha menos, curte mais e vive tranquilo.
Bora lá?

A primeira dica é seguir a agenda. Ela não é só um brinde para pegar pó na sua mesa, ou um aplicativo para ocupar espaço no telefone. Use agenda ou aplicativos desta natureza para marcar seus compromissos, e lembrar deles, sempre.

Trabalhe em um ambiente organizado, onde você encontra as coisas, sempre que precisa. Perde-se um tempo enorme procurando coisas que ficam “perdidas” naquela tempestade de papeis, pastas e bugigangas. Faça sua estação de trabalho de acordo com o melhor aproveitamento do espaço, mantendo tudo organizado.

Na semana passada falamos em criar metas para gerenciar o tempo. Joia, mas para cumprir estas metas é preciso criar ações, gatilhos que desencadeiam os eventos necessários para o cumprimento das metas. Crie o passo-a-passo de cada meta, calcule o tempo necessário para conquistar cada etapa e faça uso da agenda, recém citada, para marcar os dias que serão usados para cada parte do seu plano. Falamos que o gerenciamento do tempo é dinheiro, né? Então…

Para os próximos trabalhos, o bom é ter tudo documentado. Crie o hábito de anotar o desenvolvimento, o que foi feito, e o que falta ainda. Faça a avaliação prévia, se questione sobre o método, a forma como você está lidando com as suas tarefas, para saber se ela é eficiente. Ao final, você terá descrito o manual de trabalho para nortear ações futuras, elas serão executadas de forma muito mais otimizada, seu tempo vai render “juros” no dia a dia.

Gerenciar o dia nada mais é que ser organizado e se fazer valer de alguns truques da administração. A tecnologia está aí para nos servir, para nos fazer render mais, com menos esforço e mais produtividade. Organização é tudo no mundo dos negócios, se ela não faz parte ainda da sua rotina, faça dela o seu mantra, a partir de agora.

Por Marcos Aurélio Delavald,
Especialista na comunicação mediada pela plataforma digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *