Quem anda pelas ruas já percebe a movimentação de consumidores gastando o tão desejado 13º salário

Quem anda pelas ruas já percebe a movimentação de consumidores gastando o tão desejado 13º salário. O abono, que para alguns foi pago parcialmente no fim de novembro vira fluxo de caixa nas empresas varejistas. É importante fazer bem feito agora, para colher os frutos durante os meses de férias, pois sabe-se e não é de hoje, que o ano começa depois do Carnaval, que salvo engano, em 2019 será em março.

Para não morrer à míngua até lá, e poder fazer um “Feliz Natal” na sua empresa, saiba que os consumidores estão aí, e consumindo. E o recado vale para lojas digitais e físicas, para negócios on e off-line. Vou compartilhar neste ensaio, três dicas valiosas para todos vocês.

Para aqueles que já estão no marketing, focados no fim do ano, Maravilha! Não acredito que você deixou para fazer agora seu merchan de Natal? Bom, se ficou, vamos lá, nem tudo está perdido. Lembre-se, primeiro, que quase ninguém usa mais computador de mesa, o famoso “desktop”. Exceto quem trabalha com a máquina, mas a maioria lê tudo, interage e se informa pelo celular.

Suas publicidades precisam ter esta “cara”. Vídeos curtos, em formato de tela quadrado, com descrição de áudio, pois nem todo mundo está com o volume ligado, com medo d “gemidão” e de outras coisas que circulam pela internet. Lembre-se, seja criativo, bonito, faça com que as pessoas compartilhem a sua mensagem.

Faça promoções e descontos, sim! O Natal é tempo de vender as novidades, mas também é a época de torrar aquilo que está encalhado também. Promova peças mais velhas, por meio de cupons de desconto, digitais é lógico. Mesmo que sua loja não tenha e-commerce, faça cupons digitais para que o consumidor saia do ambiente virtual, neste caso, e vá até sua loja, mas chame-o pela internet.

Invista, nem que seja um pouco, nas mídias sociais. Patrocine postagens, impulsione conteúdo. Saiba fazer, ou procure quem possa lhe ajudar. Cada Real gasto nesta esfera precisa ser bem empregado para surtir um bom efeito.

Vamos em frente, pois temos quase que um mês todo de boas vendas, porque na sequência do Natal tem o dia seguinte, o dia mundial do troca-troca. São presentes que não serviram, que não agradaram, que voltam a fazer dinheiro. Depois vem Feliz Ano Novo, onde muita gente festeja e compra também, e depois… Bom, depois é depois. Foca no agora que vai dar certo.

Por Marcos Aurélio Delavald,
Especialista na comunicação mediada pela plataforma digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.