Cuidar do tempo é uma necessidade de todos. É um dos poucos bens que todos têm em comum, e se não utilizarmos de forma correta, ele pode se tornar um problema sem fim.  Por isto que a expressão “tempo é dinheiro” é sempre reafirmada, e nunca teve tanto valor monetário quanto ultimamente.

Hoje todos querem ter mais tempo livre para poder aproveitar e ter melhor qualidade de vida. A opção de acelerar o ritmo não é uma opção. Parar o relógio, não tem como. Então vamos aplicar técnicas em tudo.

No mundo globalizado e sem tempo, já existem regrinhas para tornar o relógio menos agressivo ao nosso cotidiano. Existe uma metodologia chamada GTD, que vem do inglês getting things done, ou, simplesmente fazer as coisas. Trata-se de um sistema ancorado em cinco etapas, quando se captura a atenção, se esclarece as dúvidas, se organiza, planeja e executa a atividade. Existe também o método Pomodoro, muito difundido nos anos 1980, com a divisão de fluxos de trabalho do seu cérebro. Segundo o tomate italiano, é preciso listar, cronometrar, trabalhar sem pausas, pausar, retomar, fazer uma pausa longa, e, enfim, concluir a tarefa.

Eu conheço ainda o método Kanban, que aplica no cotidiano uma técnica simplificada de planejar melhor as ações, para então, ganhar o tempo. Este método é amplamente empregado nas empresas, mundo à fora.

Para aqueles que precisam de uma mãozinha da informática, hoje existem sistemas eficientes para tornar o nosso dia a dia mais organizado, evitando o corre-corre, e principalmente aqueles atrasos malditos que fazem mal para todo mundo.

Vamos ver alguns destes softwares: Trello; utiliza a metodologia Kanban, e é excelente para desenvolver tarefas – é de graça na internet.  Evermote: em nuvem, oferece a criação de listas de tarefas, permitindo que estas listas sejam compartilhadas com outras pessoas. Google Calendar, como o nome diz, é um calendário digital, é muito útil e o que é melhor, também de graça!

Programas de comunicação interna, como o Slack,  HipChat, Azendoo e até redes sociais (corporativas ou não) podem colaborar nesse processo. Arquivar material em nuvem elevam a eficiência do seu trabalho. Softwares como Google Drive, DropBox  e OneDrive são opções úteis e bem acessíveis.

Não reclame mais de tempo, siga estas dicas, veja qual destes métodos funciona melhor com você e passe a diante. Conhecimento é muito grande para ficar parado, em uma única cabeça!

Por Marcos Aurélio Delavald,
Especialista na comunicação mediada pela plataforma digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *